• Tatiana Py Dutra

Ovos vermelhos são mais saudáveis?

Atualizado: Abr 28

Nutricionista diz o que é verdade ou mito sobre um dos itens mais democráticos e versáteis da nossa alimentação


O “carro do ovo” passa e é aquela alegria: por R$ 10, muitas refeições ficam garantidas na mesa de famílias de todas as classes sociais. Ser democrático é uma característica desse alimento, de preço acessível, de alto valor nutricional e ampla versatilidade.

“Os franceses desenvolveram 400 maneiras de preparar um ovo. Essa criatividade toda veio em tempos de guerra e de escassez”, comenta o chef Matheus dos Santos.

Todas essas qualidades, quem diria, foram ignoradas num passado não muito remoto. Nos anos 70, o ovo era o vilão da alimentação. Aconteceu depois que uma entidade médica dos UA estabeleceu em 300 mg o limite para ingestão diária de colesterol para evitar problemas cardíacos. Como cada ovo tem 180 mg de colesterol, e nossa alimentação contém outras fontes desse lipídio, a onda foi tirar o ovo da dieta.


Confira receitas com ovos

“Porém a relação entre o alimento e altos níveis de colesterol LDL no organismo das pessoas foi desmistificado após estudos apontarem que predisposição genética, obesidade, tabagismo e sedentarismo têm maior influência sobre o colesterol do que o consumo de ovos. Na verdade, existem suspeitas de que o ovo seja capaz até mesmo de atuar como protetor do coração”, comenta a nutricionista da Ovos Mantiqueira, Elaine Cristina.

Vermelhos x brancos

Apesar de ser uma das fontes de nutrição mais antigas que existe, ainda temos uma série de dúvidas sobre ovos. Os vermelhos são melhores que os brancos? Os caipiras tem mais qualidades que os de granja? Pensando nisso, pedimos que a nutricionista Elaine Cristina esclarecesse seis dúvidas sobre a questão. Acompanhe:

Tempos atrás, o ovo era considerado um vilão por causa do colesterol, hoje ele é aliado, especialmente dos atletas, por causa da proteína. Quais as qualidades do ovo?

“O ovo é um alimento muito rico em proteína de alto valor biológico. Encontrado principalmente na clara, esse grupo de proteínas, conhecido como albumina, tem como principal função a manutenção e construção dos músculos, ajudando no ganho de massa muscular, por isso o alimento é tão procurado por atletas. Por outro lado, o ovo já sofreu muito por apresentar valores mais elevados de colesterol. Porém a relação entre o alimento e altos níveis de colesterol LDL no organismo das pessoas foi desmistificado após estudos apontarem que predisposição genética, obesidade, tabagismo e sedentarismo possuem maior influência sobre o colesterol do que o consumo de ovos. Na verdade, existem suspeitas de que o ovo seja capaz até mesmo de atuar como protetor do coração, relacionando o consumo de ovos ao aumento dos níveis de colesterol HDL, que é bom para as artérias”.

A clara é mais saudável do que a gema?

“Ambas as partes do ovo são saudáveis e se completam para proporcionar uma alimentação rica em nutrientes e equilibrada. A clara é composta por água e 3,8g de proteína, já na gema é onde são encontradas todas as vitaminas e minerais do ovo, além de 2,7g de proteína. O ovo é rico numa grande variedade de nutrientes essenciais para o organismo, como vitamina A, complexo B, E, K, ácido fólico, zinco, cálcio, ferro e fósforo.”

No mercado, o ovo vermelho geralmente é mais caro que o branco. Ele é mais saudável?

A diferença entre o ovo branco e o vermelho é, praticamente, a cor da casca, que é determinada pela linhagem da ave que botou o ovo: aves de penas vermelhas botam ovos com a casca vermelha, já as brancas, ovos brancos. Ambos são muito saudáveis e contém praticamente as mesmas propriedades nutricionais. O preço do produto é determinado por outros fatores, como a forma de criação das aves, alimentação, quantidade de produção e entre outros fatores que podem gerar diferenciação entre um determinado tipo de ovo e outro”.

"A diferença entre o ovo branco e o vermelho é, praticamente, a cor da casca, que é determinada pela linhagem da ave que botou o ovo: aves de penas vermelhas botam ovos com a casca vermelha, já as brancas, ovos brancos"

Ovo de caipira ou de granja?

“O tipo de criação pode impactar na escolha por motivos pessoais de cada consumidor como, por exemplo, a preocupação com o bem estar animal das aves, onde se preferem ovos botados por galinhas livres de gaiolas, mas não representam alterações significativas no prato, uma vez que o fator nutricional do ovo é completo até mesmo nos produtos mais acessíveis. O fator fundamental para garantir a procedência e qualidade nutricional dos ovos é o cuidado com a alimentação das aves, responsável por proporcionar todos os nutrientes de forma controlada que deverão passar para os ovos.”

Há um tipo de preparo ideal desse alimento?

“O cozimento da clara até atingir a cor branca é importante para melhor absorção da proteína, mas a forma de preparo ideal é sempre aquela que mais agradar ao paladar do consumidor, evitando, ao máximo, as frituras.”

Qual o consumo indicado de ovos para um adulto?

“Não existem limites pré-determinados. Porém, cada dieta deve ser acompanhada por um nutricionista para garantir a ingestão de todos os nutrientes necessários para o organismo.”


#ovo #nutrição #comidasaudável

369 visualizações

© 2020 por BOA DE GARFO. Orgulhosamente criado com Wix.com

  • Ícone preto do Facebook
  • Ícone preto do Twitter
  • Ícone preto do Pinterest
  • Ícone preto do Instagram